Itinerário

A camisa passada, engomada,
sem vincos nunca foi usada.
E há botões extra no seu bolso,
que talvez nunca serão usados
nesta breve noite de gala.

Quem passa logo quer passar 
agora, depressa... depressão.
Caminha com os olhos no chão
cinza, nublado como um céu
indeciso, querendo chuviscar.

Não sabe se paga a passagem,
ou se adia essa tal viagem.
Se pula roleta, vai na garupa,
ou se desfaz todas as malas 
e vai com a cara e a coragem.

Pois, quanto menor o for peso 
mais longe é possível chegar.
Para os quem desejam acumular
o Mestre já lhes recomendou 
"deixe tudo e siga a ti mesmo".

Seja o destino da tua vida,
retorne ao ponto de partida.
Agora, só com a roupa do corpo,
pois a sua camisa torrou no
ferro de passar esquecida...