Alt + Tab

Viver, fazer escolhas... escolher é uma das coisas que a gente mais faz nessa vida. E como as vezes as rotinas nos sufocam e nos deixam tão presos a elas. =[ Mas, isso talvez é que nos traga o aprendizado conforme o tempo. Afinal, é fundamental saber o que não deve ser escolhido para as nossas vidas, mas que as vezes a vontade é de aproveitar tudo isso ao máximo e não deixa nada escapar e alternar entre as melhores coisas da vida. Porém, isso  machuca a gente... machuca sim...

Muitos lugares, muitas vontades.
Uma opção, uma escolha sem lógica:
Existe ausência de teletransportes.
Mas, quero uma condução mais nova.
Talvez queira uma condição nova.

Quero enfim materializar um atalho.
Poder me deslocar com facilidade,
Esnobando o computador mal humorado,
caminhando despreocupado pelo bosque.
Esqueci de novo o Caps Lock Ligado...
talvez, em letras maiúsculas a frase:
EU QUERO VIVER SEM PROGRAMA PROGRAMADO!
Simples assim, com um simples Alt Tab.

E quando se pertence a todos lugares?
E quando não se pertence a nenhum lugar?

Saio sem medo por aí caminho sossegado,
eu quero as possibilidades imprevisíveis.
Ouvir o ensinar dos sábios embriagados,
flagrar discretos casamentos sem convite,
observar os fenômenos físico-químicos,
esperar o semáforo fechar e não dar pique,
o abençoar dos profetas apocalípticos.

Quero a viver vida tela cheia.. tudo em F11!
Quero aproveitar o pleno Sol do meio dia,
quero navegar na minha barra de espaço.
Se o rumo é incerto o lugar nunca é errado,
se o vento está forte já vem a calmaria,
se tem coragem, por que a armadura de bronze?

Muitas coisas que tenho para fazer...
Muitas coisas para não querer fazer...
Alt Tab! Alt Tab! Alt Tab! Alt Tab..
Quais janelas da vida eu vou viver?

...