Eu e Eu.

Eu e Eu é uma expressão derivada de "I and I" que é muito usada na comunidade Rastafari. 
 
Eu e Eu é utilizada no lugar de "Eu e Você" ou "Nós", porque quando eu falo "Eu e Você" é  como se fosse uma negação da nossas afetividades e semelhanças, é o desmembrar da relação, seja ela por fins profissionais, pessoais, amorosos ou ideológicos... O que faz muito sentido no nosso dia-a-dia, pois é a divisão de responsabilidade. "Vamos fazer juntos, mas cada um faz sua parte". Quando falamos “Eu e Você” deixamos bem claro que é cada um por si, negamos a coexistência que existe entre o Eu meu e o Eu seu. Ainda podemos citar o “Eu e Ele/a” é quase como empurrar para longe que esta conosco, é como se quissemos dizer “Eu e mais qualquer um”... “Eu e Eles/as” é “Eu e mais um monte de qualquer coisa” kkk. 
 
Claro que há um pequeno exagero, mas inconscientemente eu acredito que a lógica seja parecida. De fato, não nos vemos mais como um só, apenas temos visões retraídas ao nosso próprio ego. Somos pressionados a acreditarmos só em nós mesmos e atropelarmos tudo que estive na nossa frente, sem se preocupar em cuidarmos uns dos outros como irmãos. Isso nos deixa fracos, isso nos distancia e impede que sejamos fortes os suficiente para constituir o paraíso aqui na Terra.

O desejo de alcançar glória, status e fama cega a maioria de nós mortais. E, quando descobrimos que somos manipulados como marionetes por aqueles que têm o poder nas mãos vem aquela sensação de melancolia ao entendermos que tudo isso não passa de ilusão, isso nos faz sentir insignificantes. Mas, não podemos desistir de lutar... Não podemos nos afundarmos nas nossas próprias mágoas, pois ao descobrimos o quanto somos enganados temos que começar a querer que isso não aconteça mais com Eu e Eu.

Eu e Eu” é assim que devemos nos enxergar, eu em mim, eu em você. “Eu e Eu” e a nossa coexistência terrena. Somos uns só corpo e um só Espírito, quando eu te faço mal eu flagelo ao meu Pai maior. Por que da mesma forma que Ele me criou a sua imagem e semelhança, Ele também te criou. E eu posso reconhecer a existência Dele em você. Ninguém faz mal ao outros, nós fazemos mal a nós mesmos. Quando amo as pessoas acima dos seus defeitos eu aceito as minhas deficiências também. “Eu e Eu” somos Eu e Você, Nós, a Fauna, a Flora, as coisas vivas, as coisas não-vivas, a Terra, a Via Láctea, o Universo e tudo que foi criado e ainda não conhecemos.

Fomos convidados a participar de um baquete onde os anfitriões deixaram apenas as sobras para os convidados, infelizmente. Porém, não é preciso se preocupar, há muito peixe na praia e pão para multiplicarmos. Eu e Eu jamais vamos desistir de fazer o bem em troca do mal, jamais vamos deixar de fazer nossas ações pensando no bem comum. Acreditamos sempre na mudança e não nos abatemos diante as pequenas e grandes dificuldades. Fogo na Babilônia!

Jah Bless!
o/